Tempo de leitura: 6 min

Investir no índice S&P 500

Investir no índice S&P 500: estratégias, empresas e benefícios | FxPro

Índice

  • Como é que uma ação é adicionada ao S&P 500?
  • O S&P 500 é um índice ponderado
  • Quais são as maiores empresas no S&P 500?
  • O S&P 500 é um ótimo investimento
  • Conclusão

O S&P 500, um dos índices de acções mais conhecidos a nível mundial, inclui cerca de 500 das maiores empresas cotadas na bolsa nos EUA. É um indicador-chave do desempenho das acções e inclui empresas de todos os 11 sectores, tal como definido pelo Global Industry Classification Standard (GICS). Este índice representa cerca de 80% do valor total de mercado de todas as acções dos EUA, o que o torna um indicador central do mercado de acções americano.

Quando as pessoas perguntam sobre o desempenho do mercado no dia, estão frequentemente a perguntar sobre o S&P 500. Este índice é parte integrante de dezenas de triliões de dólares de investimentos, quer diretamente nestas empresas, quer através de fundos que acompanham o índice. O investimento num fundo de índice oferece aos investidores uma exposição diversificada a um amplo espetro de sectores e empresas incluídos no S&P 500.

Para uma empresa, estar listada no S&P 500 é altamente benéfico. A inclusão no índice exige que os fundos que acompanham o S&P 500 ajustem as suas carteiras, o que envolve a compra de acções da nova empresa e a venda de acções das que estão a ser retiradas. Este processo pode aumentar o preço das acções da empresa recém-adicionada, reduzindo o seu custo de angariação de capital e aumentando a sua atração pelo mercado. Assim, a adesão ao S&P 500 acarreta prestígio e vantagens financeiras significativas.

Como é que uma ação é adicionada ao S&P 500?

Conseguir um lugar no S&P 500, um dos mais prestigiados índices de acções, exige que uma empresa cumpra critérios rigorosos definidos pela Standard & Poor's. As empresas são avaliadas e potencialmente adicionadas ao índice numa base trimestral, mas apenas se cumprirem estas normas. Por exemplo, após o colapso do Silicon Valley Bank em março de 2023, a Insulet, uma empresa de dispositivos médicos, foi selecionada para substituir o SVB Financial Group no S&P 500. Da mesma forma, a Super Micro Computer e a Deckers Outdoor foram adicionadas em março, substituindo a Whirlpool e a Zions Bancorporation.

Eis os principais requisitos que uma empresa deve cumprir para ser considerada para inclusão no índice:

  • A empresa deve estar sediada nos EUA.
  • Deve ter uma capitalização de mercado mínima de 8,2 mil milhões de dólares e pelo menos 50% das suas acções devem estar disponíveis publicamente na bolsa.
  • As acções devem estar cotadas numa das principais bolsas dos EUA, como a Bolsa de Valores de Nova Iorque ou a Nasdaq.
  • A empresa deve registar lucros positivos no trimestre mais recente, bem como, cumulativamente, nos últimos quatro trimestres.
  • A empresa deve ter um volume de transacções de, pelo menos, 250 000 acções por dia nos seis meses anteriores à potencial inclusão.

Para além destes critérios, a S&P também considera o equilíbrio global do índice, garantindo que este reflecte com precisão a diversidade e a força da economia americana em diferentes sectores. Este cuidadoso processo de seleção ajuda a manter a integridade e a representatividade do S&P 500.

O S&P 500 é um índice ponderado

O S&P 500 é um índice ponderado pela capitalização bolsista, o que significa que a dimensão de cada empresa no índice determina a sua influência. Quanto maior for a capitalização bolsista da empresa, que é o valor total das suas acções em circulação, maior será o seu impacto nos movimentos do índice. A Standard & Poor's ajusta esta ponderação com base na proporção de acções livremente disponíveis para negociação no mercado, por oposição às acções detidas por iniciados ou grandes accionistas que não são negociadas.

O valor do índice, por exemplo 4.301,56 pontos, representa uma média ponderada de todas as acções que o compõem. Este valor é expresso em pontos, não em dólares, e flutua à medida que os preços das acções incluídas sobem ou descem.

Em comparação, outros índices bem conhecidos funcionam de forma diferente. O Dow Jones Industrial Average inclui 30 empresas importantes e é ponderado pelo preço, o que significa que as empresas com preços de acções mais elevados têm mais influência no índice. Entretanto, o Nasdaq Composite inclui mais de 3.000 empresas cotadas na bolsa de valores Nasdaq, oferecendo uma perspetiva alargada do mercado de alta tecnologia. Cada índice fornece um retrato diferente do mercado, influenciado pelo seu método de cálculo único.

Quais são as maiores empresas no S&P 500?

A partir de março de 2024, as maiores empresas do S&P 500 incluem uma mistura de nomes bem conhecidos, muitos dos quais poderá reconhecer como fazendo parte do grupo FAANG. Estas empresas são ponderadas com base na sua capitalização bolsista e influenciam uma parte significativa do valor total do índice. Eis um resumo das principais empresas e das suas ponderações, de acordo com os dados da Slickcharts:

  1. Microsoft: 7.3%
  2. Apple: 5.7%
  3. NVIDIA Corporation: 5.1%
  4. Amazon: 3.7%
  5. Meta Platforms: 2.5%
  6. Alfabet Class A: 2%
  7. Berkshire Hathaway Class B: 1.71%
  8. Alfabet Class C: 1.67%
  9. Eli Lilly & Co.: 1.4%
  10. Broadcom: 1.35%

Estas dez acções constituem, por si só, cerca de 32% do valor de mercado total do S&P 500, o que realça a forte ponderação do índice em relação aos seus maiores componentes. Os restantes 68% do valor do índice estão distribuídos pelas outras cerca de 490 acções. Esta disparidade realça a influência das maiores empresas, algumas das quais têm capitalizações de mercado na ordem dos triliões de dólares, excedendo largamente o mínimo exigido para a inclusão no índice.

O S&P 500 é um ótimo investimento

O S&P 500 é o índice de acções mais seguido a nível mundial e tem provado ser um excelente investimento ao longo dos anos. Tem apresentado uma rendibilidade média anual de cerca de 10%. No entanto, na última década, o desempenho foi ainda mais impressionante, em grande parte graças ao crescimento robusto de gigantes da tecnologia como a Amazon, a Apple e a Microsoft.

Aqui está um olhar sobre o desempenho do S&P 500 até 25 de março de 2024, em diferentes períodos de tempo, de acordo com dados do Yahoo Finance:

Tempo

1 ano

3 anos

5 anos

10 anos

Retorno anualizado

31.4 %

10.1 %

13.8 %

10.8 %

Retorno total

31.4 %

33.5 %

85.6 %

179.8 %

Este desempenho consistente e sólido e a diversificação alargada do mercado são a razão pela qual o lendário investidor Warren Buffett recomenda frequentemente que os investidores individuais comprem e mantenham um fundo do índice S&P 500. Ele aconselha a manter estes investimentos durante as flutuações do mercado e, idealmente, a aumentar os investimentos ao longo do tempo.

Investir num fundo do índice S&P 500 é simples e os melhores fundos oferecem uma forma económica de obter exposição a todo o índice. Normalmente, cobram apenas uma comissão mínima, por vezes tão baixa como alguns dólares por cada $10.000 investidos, o que os torna uma opção atractiva para a construção de riqueza a longo prazo.

Conclusão

Em resumo, o índice S&P 500 é um indicador de referência crucial que acompanha o desempenho de centenas das maiores e mais bem sucedidas empresas americanas. Oferece aos investidores um retrato abrangente da saúde e do sucesso das empresas americanas. Além disso, serve de base a muitos fundos de investimento, proporcionando uma forma simples de os investidores beneficiarem dos rendimentos atractivos do índice através de opções de investimento de baixo custo.

Teste seus
conhecimentos
agora!
Esse artigo foi útil?